Notícias

Daniel Guedes é liberado em definitivo para voltar a jogar e deve ser reforço do Cruzeiro

Lateral-direito deverá assinar contrato de empréstimo com a Raposa até o fim de 2021

Por Redação, 12/08/2020 às 16:54
atualizado em: 12/08/2020 às 17:50

Texto:

Foto: Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

O lateral-direito Daniel Guedes foi julgado novamente, nesta quarta-feira, pelo Pleno do Tribunal de Justiça Desportiva Antidopagem (TJD-AD). Por 3 votos a 2, o atleta foi absolvido pelo uso da substância higenamina e está liberado para voltar a jogar. Desta forma, o Cruzeiro deverá anunciar o jogador como novo reforço por empréstimo, junto ao Santos, até o final de 2021.

Há uma cláusula no contrato entre Cruzeiro e Santos. Se Daniel Guedes for negociado com outro clube durante o empréstimo, a Raposa será recompensada com uma taxa de vitrine.

Suspenso desde setembro do ano passado, quando defendia o Goiás e foi flagrado no exame antidoping com a substância higenamina, Daniel Guedes foi julgado em julho pela primeira vez e punido com oito meses de gancho, mas, como já tinha cumprido dez meses, foi liberado para jogar.

Mesmo assim, a defesa do jogador entrou com recurso alegando que Daniel havia ingerido suco de graviola e, por isso, houve a presença da substância higenamina na urina. Agora, com a absolvição nesta quarta-feira, o lateral está livre para retornar ao futebol.

O jogador comemorou a absolvição em uma postagem no Instagram. "Completo hoje 325 dias sem fazer o que mais gosto, sendo proibido de trabalhar e, ate´ enta~o, sem saber quando poderia voltar. Ate´ hoje. Desde o dia 24 de setembro de 2019 convivo com uma noti´cia que abalou a mim e minha fami´lia profundamente. Um exame antidoping que fiz quando defendia o Goia´s teve resultado positivo, em miligramas, para a substa^ncia higenamine. Proibida na pra´tica do esporte e presente em suplementos ili´citos, dos quais nunca fiz uso", escreveu.

"Apo´s longa investigac¸a~o, por conta pro´pria e de iniciativa do meu advogado (Dr. Bichara), descobrimos que a substa^ncia veio de um suco de graviola, descendente da Fruta do Conde, o qual tomei em Alagoas, quando la´ estive para jogar pelo Goia´s. Mesmo sabendo que fui injustic¸ado, tive que esperar prazos, julgamentos, defesa, pacientemente, e tinha a missa~o de nunca abaixar a cabec¸a e tranquilizar minha fami´lia. Com a grac¸a de Deus, tive minha inoce^ncia comprovada no dia de hoje e a liberac¸a~o para voltar a trabalhar e fazer o que mais gosto. Foi difi´cil, so´ Deus e meus familiares sabem o que passei, mas na~o tenho mais tempo para me lamentar ou chorar. Esse peri´odo ja´ passou. E´ hora de voltar e recuperar o tempo perdido. Nunca desistam! Deus sabe o que faz e sua hora sempre chega. Acreditem", acrescentou.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Completo hoje 325 dias sem fazer o que mais gosto, sendo proibido de trabalhar e, até então, sem saber quando poderia voltar. Até hoje. Desde o dia 24 de setembro de 2019 convivo com uma notícia que abalou a mim e minha família profundamente. Um exame antidoping que fiz quando defendia o Goiás teve resultado positivo, em miligramas, para a substância higenamine. Proibida na prática do esporte e presente em suplementos ilícitos, dos quais nunca fiz uso. Após longa investigação, por conta própria e de iniciativa do meu advogado (Dr. Bichara), descobrimos que a substância veio de um suco de graviola, descendente da Fruta do Conde, o qual tomei em Alagoas, quando lá estive para jogar pelo Goiás. Mesmo sabendo que fui injustiçado, tive que esperar prazos, julgamentos, defesa, pacientemente, e tinha a missão de nunca abaixar a cabeça e tranquilizar minha família. Com a graça de Deus, tive minha inocência comprovada no dia de hoje e a liberação para voltar a trabalhar e fazer o que mais gosto. Foi difícil, só Deus e meus familiares sabem o que passei, mas não tenho mais tempo para me lamentar ou chorar. Esse período já passou. É hora de voltar e recuperar o tempo perdido. Nunca desistam! Deus sabe o que faz e sua hora sempre chega. Acreditem.

Uma publicação compartilhada por Daniel Guedes (@daniel_guedes) em 12 de Ago, 2020 às 1:36 PDT

Daniel Guedes chegará ao Cruzeiro indicado pelo técnico Enderson Moreira. Os dois trabalharam juntos no Santos. Daniel disputará a posição com o paraguaio Raúl Cáceres, contratado junto ao Cerro Porteño-PAR e anunciado no dia 24 de junho.

*Com informações de Samuel Venâncio

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'O projeto introduz dispositivos claros e objetivos, com penalidade para aqueles que prestarem informações falsas ou deixarem de executar as medidas compensatórias', defend...

    Acessar Link